infoprodutor produto digital

O que saber antes de criar um produto digital?

Se você conhece muito bem sobre um determinado assunto e tem vontade de ensiná-lo à outras pessoas, logo pensa que é hora de você criar um produto digital

Quer aprender como criar seu negócio online do zero? Este curso é o melhor curso online para te ensinar passo a passo.

Muitas pessoas pensam assim, mas com o tempo descobrem que não planejaram como criar um produto digital o suficiente.

Antes de começar a criar um produto digital, você precisa estudar o conceito do produto, o público-alvo e avaliar se a ideia tem mercado e é lucrativa.

Para te ajudar com isso, organizamos neste post os itens sobre o que você precisa para criar um produto digital e como conseguir os melhores resultados em cada etapa, e consequentemente no resultado final do produto.

Escolha o assunto e nicho sobre o qual você deseja falar

A primeira coisa a fazer antes de criar um produto digital, é definir o assunto e o nicho que você vai trabalhar.

O mais recomendado é que seja algo que você conhece muito bem, que você saiba que você é um especialista e que conhece mais do que a maioria das pessoas.Só assim você, você será capaz de criar e entregar algo que seja relevante para o seu público.

Agora se for um assunto e nicho que você não entende tanto assim, o melhor é você se aliar a um outro infoprodutor para desenvolverem juntos o seu produto digital, afinal isso poderá reduzir a carga de trabalho e aumentar a qualidade final do produto, ainda que os custos de produção aumentem.

Então muita atenção, estude e analise bem sobre o assunto e nicho que vai querer falar e produzir seu infoproduto para ter certeza que será um negócio online de sucesso e viável.

Defina o formato do produto digital

Depois de escolhido o tema e o nicho, por exemplo, fitness e bem-estar, é hora de definir em qual formato você desenvolverá seu infoproduto .

Há atualmente uma variedade enorme de formatos disponíveis que incluem, por exemplo, ebooks, videoaulas, podcasts…

O melhor formato dependerá de três fatores principais:

  1. Os recursos que você tem disponíveis (microfone, programa de edição, câmera, investimento e etc.),
  2. O interesse do seu público-alvo pelo produto,
  3. A possibilidade de adaptação do assunto ao formato escolhido.

Por exemplo, imagine que você está ensinando uma receita de pão através de um podcast. Pode até ser que funcione, mas a qualidade não será a mesma se comparada a de uma videoaula. Não seria possível mostrar o passo a passo e também não seria a forma mais fácil que didática que seu público espera para receber e aprender com esse conteúdo. Logo, o ideal é que você monte uma videoaula sobre esse assunto.

Analise a concorrência e seus infoprodutos

Agora que você já tem o conceito de seu infoproduto, verifique se há algum infoprodutor que já venda algo semelhante, por qual preçco e com que qualidade.

É muito importante conhecer os produtos digitais de seus concorrentes, sejam eles diretos (o mesmo produtos) ou indiretos (produtos diferentes mas para o mesmo nicho por exemplo). Faça então o que chamamos de benchmarking.

Escolha dois ou três concorrentes para analisar e aprender sesu pontos fortes e melhores práticas, adaptando e integrando os pontos interessantes e fortes ao seu produto digital. Mas atenção: Nunca copie. Melhore e crie um diferencial!

Defina sua persona (perfil do comprador)

Desde o começo, é importantíssimo que você conheça bem seu público-alvo.

  • Quem comprará o seu produto digital?
  • O que essa pessoa espera do seu infoproduto?
  • Quanto o seu cliente está disposto a pagar pelo seu produto digital?

É importante também que você segmente o seu público-alvo definindo suas características mais comuns (idade, sexo, estado civil, localidade, interesses e etc.).

Crie então sua persona .

Em geral, a persona (perfil do comprador) é uma pessoa fictícia, um possível perfil do seu comprador, com nome, idade, sexo, história, tom de comunicação e outras informações.

A idéia é criar um personagem que represente o perfil de quem comprará seu produto.

Ex.: Homem, 30 anos, perfil empreendedor, inovador, autodidata, em início de carreira, conservador, buscando uma renda extra, objetivo, prefere conversa informal e frases mais curtas…

Hora de arregaçar as mangas e mãos à obra

Depois de terminadas as etapas acima, você já terá um bom entendimento do tipo de produto digital que você quer desenvolver e como ele ser algo que seu consumidor quer. Agora você precisa implementar seu plano.

Para que corra tudo bem com o desenvolvimento, crie um pequeno plano de ação fazendo a você mesmo as seguintes perguntas:

  • Em quantas etapas menores posso dividir cada grande etapa da criação do meu produto digital?
  • Essas pequenas etapas podem ser divididas ainda mais?

Essas perguntas são importantes pois você precisará executar várias outras etapas para concluir a criação do seu infoproduto. Com isso, seu trabalho estará melhor organizado  o que evitará desperdício de tempo, energia e dinheiro. Até é capaz de você iniciar entregando um produto mais básico que vai sendo incrementado com tempo se você utiliza esse conceito de entregar parciais.

Defina os seus canais de vendas

Da criação até a primeira venda do seu infoproduto, existe um longo caminho. Portanto é interessante que você já tenha ideia desde o começo quais serão os canais em que você irá anunciar e vender seu produto.

Por razões óbvias, é necessário ter um canal confiável, representativo e que se destaque no mercado.

Além disso, o melhor é que seja uma plataforma completa (fácil de usar, confiável, com bom suporte, segura…) (indicar hostgator) para hospedar e vender seus produtos digitais, para que você se preocupe apenas com o conteúdo que vai gerar para o seu infoproduto.

criar um produto digital

Quais são os principais nichos para criar um produto digital?

Essa é a grande pergunta que todo produtor digital se faz. 

Isso acontece porque determinados mercados têm clientes mais ávidos e dispostos a gastar, além de terem uma concorrência menor.

Alguns dos segmentos de mercado mais interessantes são:

  •     Casamento;
  •     Saúde e Bem-estar;
  •     Empreendedorismo;
  •     Cultura Pop;
  •     Ensino de idiomas;
  •     Cozinha;
  •     Liderança e Carreira;
  •     Economia e Política;
  •     Esportes.

É difícil definir qual nicho é mais ou menos rentável, até porque todos eles têm clientes interessados e apaixonados.

Além disso, tendo um bom infoproduto, será possível que você atraia a atenção do seu público e ter um bom desempenho nas vendas.

Vale lembrar ainda que, dentro de cada nicho, existem segmentos ainda menores e mais restritos. São o que chamamos de micro-nichos. Neles, a competitividade também acaba sendo menor.

No nicho ‘Cozinha’, por exemplo, há “Cozinha Saudável”, o que pode ser uma ótimo nicho para se trabalhar.

O importante é perceber em que nicho o seu produto digital pode se destacar e através de conteúdo completo e de qualidade ajudar e acabar com uma dor/dificuldade do seu público-alvo. Esse é o principal fator para ter sucesso com produtos digitais.

Formatos de conteúdo digital mais usados

Assim como existem muitos nichos, existem diferentes formatos para a produção do seu conteúdo. Podem ser ebooks, cursos online, infográficos, podcasts…

Os mais usados são:

  • E-books – Livros digitais, geralmente com conteúdos mais objetivos e com design e diagramação diferenciados;
  • Infográficos – Apresentação de informações e gráficos objetivos, em um único material;
  • Videoaulas – Aulas curtas e bem planejadas,gravadas em vídeo;
  • Estudos de caso – Análise completa de caso, geralmente em texto;
  • Podcasts – Apresentações em formato de áudio;
  • Cursos online – Materiais mais completos e profundos que as videoaulas, dedicados ao treinamento de certas habilidades.

O que deve ser avaliado antes que você criar um produto digital

Lembrar que cada formato exige um conjunto específico de recursos e conhecimento para ser desenvolvido.

Às vezes, você precisará de um funcionário ou freelancer para te ajudar com alguma atividade que você não domina, como por exemplo edição e diagramação de conteúdo, ou alguém para desenvolver o conteúdo, ou até gravar esse conteúdo e etc. Mas o importante é que o resultado final do seu produto digital terá melhor qualidade, o que por si só já pode ser um diferencial em comparação com a concorrência.

Conclusão

Como você aprendeu neste post, para criar um produto digital existem perguntas que você precisa se fazer antes de criar seu produto digital, é preciso conhecer seus clientes, seus concorrentes, definir uma persona, escolher formatos e saber quais serão as plataformas de vendas utilizadas.

Mas depois que tudo está definido, você só precisa desenvolver seu infoproduto. Só então você poderá descobrir se sua ideia pode ser realmente lucrativa.

Então preparado para estudar, manter o foco e começar neste mercado digital?

Curso negócio online

Para te ajudar criamos um lista de verificação para você baixar que o guiará desde a criação até a venda do seu produto digital.

Se você gostou, comente abaixo e compartilhe nas suas redes sociais.

criar um infoproduto criar um produto criar um produto digital curso online ebook infoproduto marketing de afiliados marketing digital negócio online negocio online persona podcast produto digital vedeoaulas

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido!
Open chat
Precisa de ajuda?